quinta-feira, abril 07, 2011

a ajuda

Vamos ser ajudados, mas existem questões que devem ser colocadas: por que razão não foi o FMI solicitado mais cedo, em vez de percorrermos o caminho até ao precipício (tendo como princípio de que não haveria outra direção a tomar)? O que andou a fazer Cavaco Silva, mago em finananças, durante estes anos (ainda há bem pouco tempo, o atordoado Governo de Sócrates, decretou um aumento de mais de dois por cento aos funcionários públicos)? E o Banco de Portugal do sr. Constâncio? É com esta gente que contamos? Até à próxima?...

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...