terça-feira, abril 15, 2014

entrevista de passos coelho, primeiro-ministro: o que eu não sabia

Eu não sabia uma série de coisas e fiquei a saber, com a entrevista encenada que o primeiro-ministro deu a Gomes Ferreira, na SIC. Uma delas é que o país está melhor do que estava antes de 2011. Mas essa até dou de barato. O que realmente me impressionou foi saber que se tivéssemos cumprido o que preconizava o memorando, os portugueses teriam de fazer mais e maiores sacrifícios. Outra notícia diz respeito ao PEC 4: se tivesse singrado, os sacrifícios seriam, igualmente, mais e maiores.
Agora, o que eu já sabia: Passos Coelho não tem decência política. Não vai embora, nem que a vaca tussa, o que quer dizer que Passos Coelho não liga patavina a eleições. Outros já saíram porque perderam eleições autárquicas. O problema é deles, repisou Coelho, seguindo Assunção Esteves. O primeiro-ministro tem um mandato legislativo. E são nas eleições legislativas que responderá. O que existe entremeio, é problemas deles, dos portugueses, claro. Esqueceu-se de dizer, todavia, que O seu mandato legislativo deve-se, sobretudo, a um conjunto de mentiras eleitoralistas, ou melhor, de inverdades, sempre fica mais politicamente correto.

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...