quarta-feira, abril 06, 2011

ajuda externa

Algo está a mudar no reino da fantasia: o ministro-mor deixou de falar ao país no horário nobre dos telejornais, logo após do musicado e apelativo pórtico de entrada. Agora autoremete-se para o fundo desses espaços informativos. Afinal, as contas eleitorais também se fazem, mesmo com o FMI a mandar.

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...