quarta-feira, maio 06, 2009

a nossa televisão pública

Um jornalista da RTP, chamado Luís Baila, andou, no final do jogo entre o Arsenal e o Manchester, a chatear meio mundo por causa da "portentosa" exibição do "melhor jogador do mundo". Coloco aspas porque são expressões do Luís Baila, que as repetiu, ad nauseam, na peça que os variados telejornais da estação transmitiram entre ontem e hoje. Falando sério: é tempo da estação pública de televisão parar com esta semeação de provincianismo. As perguntas exibidas na televisão ao treinador do clube inglês, ao próprio Ronaldo e a um outro jogador (da equipa perdedora) deveriam envergonhar este serviço público de televisão.

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...