terça-feira, março 22, 2011

reino da fantasia e da confusão patrioteira

Se existem coisas em que somos de facto evidentes é na pouca clarificação da nossa realidade política. Andamos há meses a ouvir respeitáveis membros do maior partido da oposição criticarem veementemente o Governo da República, designadamente o primeiro-ministro. Agora, em nome de um patriotismo rebuscado, utiliza-se o argumento da estabilidade perante os outros. Os outros são mesmo os outros, mercados à cabeça.

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...