sábado, junho 13, 2009

antónio variações

Ouvi agora na televisão que a carreira de António Variações, morto há precisamente 25 anos, percorreu somente três anos. Não sabia e fiquei verdadeiramente surpreso. Variações constituiu um claríssimo caso de avanço em relação à sociedade do seu tempo, nessa década de 80, de princípios de mudança, da chamada explosão do rock português. Na verdade, muito poucos artistas terão deixado uma marca tão profunda na arquitectura cultural do país, num espaço de tempo tão curto.

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...