quarta-feira, março 25, 2009

o encerramento da linha do corgo

Afigura-se demasiado óbvio que o encerramento supostamente limitado no tempo da linha do Corgo não passa de mais uma manobra de espalhamento retórico de promessas vãs. Trata-se, simplesmente, da continuação de uma desertificação progressiva ao nível do colectivo emocional do interior do país. Começou há muitos anos com o encerramento da linha do Douro até Barca D´Alva e depois até ao Pocinho. Decididamente, falta, por parte de quem nos tem vindo a governar, sentir verdadeira e genuinamente o país. E este mundo não é fácil abrir-se para quem demanda, de forma globalizada, respostas para o que é demasiado localizado.

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...