quarta-feira, março 06, 2013

a não demissão

Uma pergunta me tem ecoado semana sim, semana não desde há uns meses: por que razão este Governo não apresenta a demissão ao Presidente da República? Neste momento, não existe absolutamente nenhum pressuposto governativo inicial, visto que todos eles não têm, atualmente, ajustamento programático. Deste modo, este é um Governo que não tem já legitimidade democrática, nem sequer eleitoral. A partir do momento em que praticamente todas as diretrizes eleitorais são arrastadas para o limbo fantasmático da politiquice, o Governo deixa de ter plausibilidade governativa. O que fazem os governantes? Nada. Sem rumo, arrastam-se ao sabor das lunáticas ideias do senhor Gaspar.
Vivemos um indubitável tempo de mudança. Vários protagonistas políticos deixarão de o ser. E isso é bom.

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...