terça-feira, outubro 18, 2011

poupar mais e investir melhor

O título deste post não é da minha autoria. Carlos César, governador do Banco de Portugal, emprestou-mo sem, no entanto, saber. Peço-lhe, por isso, as minhas humildes e sinceras desculpas. De qualquer maneira, o que me arrasta para a aura do sucessor do extraordinário Constâncio é precisamente o conselho com que aquele hoje presenteou os portugueses, ao dirigir-lhes as seguintes e predicatórias palavras: "poupar mais, investir melhor, usar o crédito de forma mais responsável". Fico-me, evidentemente, pelas duas primeiras premissas. A quem é que o sr. Carlos Costa se dirigia? À classe média, presumo. A todos os portugueses, decerto. Acontece que o argumentário do governador do Banco de Portugal revela, sobretudo, a ambivalência mental dos nossos dirigentes públicos. Para eles, a existência salarial começa a partir, sei lá... dos cinco mil euros.

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...