segunda-feira, junho 20, 2011

a não eleição de fernando nobre

Fernando Nobre, após duas tentativas de eleição, retirou a sua candidatura ao cargo de Presidente da Assembleia da República. Não sei se era um bom candidato. É um homem independente e muito ligado à sociedade civil. Eventualmente, este perfil poderia, em certa medida, constituir uma mais-valia para o Parlamento. Convém não esquecer que o presidente da AMI obteve muitas centenas de milhares de votos nas últimas eleições presidenciais, ficando, julgo, com 14 ou 15% dos votos. Uma coisa me pareceria certa: Fernando Nobre não se vergaria a ninguém, enquanto presidente da Assembleia da República.
Fala-se agora em Guilherme Silva. Não vislumbro, neste hipotético candidato, uma espécie de delfim de Jardim, evidências mais clarificadoras para ocupar este cargo. Eu sei que conhece muito bem os meandros da Assembleia. Mas isso bastará?

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...