quarta-feira, junho 22, 2011

adjunto do presidente da câmara

O presidente da Câmara Municipal de Grândola nomeou para seu adjunto (para o gabinete pessoal do presidente) o seu filho, justificando o ato de um modo, digamos, suficientemente cordato. Segundo Carlos Beato, a nomeação tem uma relação direta com a confiança, pessoal e profissional. Daí que esta nomeação, de alguém que conhece há 29 anos (presumo ser esta a idade do filho), se encaixe, paradigmaticamente, na sua demanda. Para além disso, o agora seu adjunto desfruta de uma "qualificação académica bastante pontuada" e tem trabalhado em empresas do setor privado "ligadas à área do desenvolvimento e turismo".
Penso que com justificações deste teor não haverá muito mais a dizer ao sr. Carlos Beato para que ele entenda que o país se envolve, atualmente, no combate a este tipo de situações.

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...