quinta-feira, junho 03, 2010

adenda ao post anterior

O que um miúdo de uma aldeia de Chaves respondeu ao jornalista do Jornal de Notícias domina todo o meu argumentário a respeito do encerramento das escolas (parece que vão ser 900 até final do próximo ano lectivo). Afirma então o Gonçalo, de 7 anos, que preferia ficar na aldeia onde poderia dormir mais.

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...