segunda-feira, maio 02, 2011

países irmãos

Não pude deixar de reparar na expressão deveras curiosa, deveras lusófona (quando diz respeito a nações) de Passos Coelho ao apelidar de irmãos os países da União Europeia. Sabendo que são estes irmãos os que mais dispostos estão a castigar os devaneios deste lusofonismo tropical, ao ponto de o FMI necessitar de acalmar este "mercado" (sempre emergente), talvez então seja mais adequado outro tipo de linguagem na cabecinha do presidente do PSD.

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...