quinta-feira, maio 19, 2011

12,4%

Importa anotar esta percentagem de pessoas sem emprego que vem grassando paulatinamente desde há meses, desde há anos, em Portugal. Importa também anotar as desculpas do governo perante este descalabro social: contas alteradas por parte do INE e crise internacional. Importa lembrar quem são os maiores responsáveis por isto. Finalmente, importa anotar a delicadeza dos responsáveis do Instituto Nacional de Estatística, os quais fizeram questão de lembrar que a metodologia do inquérito ao emprego, efetivamente, se alterou.

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...