quinta-feira, abril 23, 2009

a escolaridade obrigatória (2)

Para o meu caro leitor anónimo, o que eu quis dizer com um "amplo e prolongado debate" foi tão-somente o seguinte: chega de medidas avulsas. Esta medida - positiva no seu enquadramento idealista - necessita, primeiro, de alterações no espectro curricular. A ideia do leitor anónimo encerra, já em si, esse paradigma. Estamos, pois de acordo.

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...