quarta-feira, maio 29, 2013

a desopressão de Rosalino

Neste jogo de palavras e de frases que se tornou a política comunicativa do Governo, anoto o que Hélder Rosalino afirmou hoje, despudoradamente, candidamente, tacanhamente, a propósito do estafadíssimo regime de requalificação da função pública: não está o Governo a criar nenhuma pressão sobre os trabalhadores, "isto que fique bem claro", desbocou o Secretário de Estado da Administração Pública. Adiantou ainda que parte de trabalhador a saída do posto de trabalho.
Ora, como esta semântica é tão ridícula, o melhor é esperar por outra. O que, aliás, não é de todo insólito na putativa imagem de grandes cérebros deste Governo.

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...