quarta-feira, abril 04, 2012

uma visita ao millennium

É raríssimo ter de deslocar-me aos bancos. Porém, hoje fui obrigado a visitar uma sucursal do Millennium. O que antes se afigurava um balcão brioso, com um atendimento personalizado, tendencial e preocupadamente eficaz, é hoje uma espécie de tasca financeira. Desde azulejos partidos, o balcão de atendimento picado, manchas negras no teto, luzes fundidas, funcionários desmotivados (vestuário, artificialismo penoso na linguagem), computadores demorados, tudo vi naquela visita que demorou quinze ou vinte minutos. Reparei ainda no prodigioso e altaneiro José Mourinho, que disponibiliza a sua marca ao Millennium. Decididamente, a cara não bate certo com a careta. Ou será que estes iluminados administradores (e os criativos publicitários) pensam que são os milhões pagos ao mister Mourinho que conjugam a salvação do banco?

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...