domingo, setembro 22, 2013

a aura negativa da política

Atento na verve dos líderes partidários e candidatos camarários. Quanto mais ouço, mais vontade tenho de não votar. O que se apresenta absolutamente notório é a reiteração de uma linguagem pretensamente preditiva, abnóxia, cheia de lugares comuns. Linguagem essa que vem já dos confins dos nossos tempos políticos. Estive hoje num comício. Falaram todos: o mandatário, o candidato a presidente da Assembleia Municipal, o deputado pelo distrito, o líder do partido e, finalmente, o candidato. Uma seca. Devo notar que, nos dias comicieiros de hoje, cem pessoas perfazem uma multidão. Neste sentido, importa preciosamente desfrutar de uma esvoaçante bandeirinha. Nunca nenhum dos falantes tinha visto a praça tão composta de gente. Começam logo aqui a mentir.

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...