sábado, setembro 29, 2012

ignorância e confiança

Um fim de semana interessante, este que se inicia hoje, sábado, nesta despedida de setembro. António Borges, uma espécie de cardeal mordomístico, acusou os empresários portugueses de serem ignorantes, e que não passariam do primeiro ano da faculdade. Tudo porque a baixa da taxa da TSU é uma medida "extraordinariamente inteligente", Borges dixit. Quem também não concorda, para além dos burros dos empresários, é a American Enterprise Institute, uma prestigiada revista norte-americana da área económica, que reforça a ideia de que a mexida na TSU teria sido um desastre.
Pela minha parte, acredito no sr. Borges, tendo em conta as extremadas inteligências que constituem o elenco governativo, todos, aliás, com carreiras universitárias brilhantes, como o exemplo Relvas atesta. Ah!... Relvas... Alertou, este ministro-adjunto dos Assuntos Parlamentares, para o perigo que constitui a crescente falta de confiança que os cidadãos europeus têm em relação aos políticos!... Li, embasbacado, a notícia. Quem? O Relvas? O Relvas?!
Não teria o PSD arranjado melhor locutor? O Relvas?!...

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...