quarta-feira, fevereiro 02, 2011

a aplicação do simplex em Trás-os-Montes

Tudo muito simplex, demasiado. No distrito de Bragança encerraram-se as valências noturnas de vários Serviços de Atendimento Permanente (SAP) (os quais deixam, naturalmente, de ter argumentos que lhes permitam justificar esta tão democrática designação). Este recolhimento definitivo das portas noturnas dos antigos Centros de Saúde foi efetuado no próprio dia em que estes receberam, através dos zelosos e pragmáticos e simplificados serviços da Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte, um fax (ou melhor, oito faxes, correspondentes aos oito concelhos afetados: Alfândega da Fé, Carrazeda de Ansiães, Freixo de Espada à Cinta, Miranda do Douro, Torre de Moncorvo, Mogadouro, Vimioso e Vinhais) dando-lhes conta da triste e amarga notificação claustral. É certo que tudo isto estava já previsto há mais de três anos. Mas até mesmo por esta razão - o de não se ter encetado nada no sentido do encerramento dos SAP's durante este período de tempo - as populações, as parcas populações destes concelhos, deveriam usufruir de medidas um pouco menos "simplexificadas".

1 comentário:

Anónimo disse...

Um abraço. Rui Hipólito

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...