domingo, fevereiro 20, 2011

brincar às moções

Já foi aqui dito muito sobre moções de censura. Adianto, porém, o último esgar bloquista, protagonizado pelo líder parlamentar do partido de Louçã (e esta designação proprietária tem, cada vez mais, razão de ser), Manuel Pureza, que afirma que jamais viabilizará (entende-se o partido) uma moção de censura vinda das bandas da direita parlamentar. Andamos nisto e Sócrates, entretanto, agradece. E o PCP também.

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...