sexta-feira, agosto 31, 2012

com conhecimento de causa

A coisa, afinal, está a correr bem. Quem o diz é António Borges, alguém que fala com conhcimento de causa. Presumo que haverá poucos, em Portugal, com tão altos predicados. Poucos que, "como sabem" trabalharam no FMI (continua a ser um grande cartão de visita). Haverá também poucos que falam assim tão bem, tão despreocupadamente. E não haverá assim tantos que, do alto das suas dezenas de milhares de euros mensais, debitam este tipo de empenhada ciência económica. Será que o Sr. António Borges saberá quanto é o ordenado mínimo em Portugal? Ou o médio?

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...