domingo, agosto 26, 2012

a rtp no plano político

Como se previa, a insólita manifestação, via entrevista televisiva, de António Borges originou um catapultar de anseios e opiniões dos mais variegados quadrantes políticos. Seguro, na Madeira, preditou a ação de um Governo PS a este respeito: haverá serviço público de televisão. Quanto a indemnizações (fala-se numa concessão de 25 anos para quem ficar com o projeto), nem uma palavra. Aliás, este tipo de entrecortes entre público e privado, através das impulsionadas PPP, resultando em inevitáveis e indiscutíveis lucros para os empresários, tem sido, desde Cavaco (o verdadeiro mentor destas parcerias), um verdadeiro mas oculto caderno de encargos. Seguro, com esta eloquente proclamação, não traz, pois, nada de novo.

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...