terça-feira, agosto 14, 2012

uma boa notícia

Li no Expresso sobre a doação que o empresário Paulo Paiva Santos remeteu para a fundação "O Século", este Verão sem argumentos financeiros para reiterar o que vem fazendo desde há 28 anos: levar meninos carenciados a uma colónia balnear. Este empresário da indústria farmacêutica fez questão de publicitar este seu filantropo ato, visto que, segundo as suas próprias palavras, "há muita gente que pode ajudar e não o faz [pois] estamos a falar de meia dúzia de tostões para quem está na lista dos 25 mais ricos de Portugal, para quem 300 milhões de euros ou 400 milhões. Talvez assim percebam que uma quantia insignificante para eles pode terum enorme efeito".
É uma inelidível verdade que em Portugal não existe uma cultura de aproximação filantrópica dos mais ricos à comunidade. A pátria, para eles, não é mais que um lugar vazio, um lugar existente algures entre um espaço financeiro de quanto mais melhor. Umbilicalmente melhor.

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...