segunda-feira, novembro 04, 2013

a reforma do estado do sr. portas

Andamos há meio século a falar de reforma do Estado, já nos idos marcelistas. Foi pois necessário o surgimento deste verdadeiro D. Sebastião para que das trevas se fizesse luz. O Sr. Portas, valoroso e patriótico homem, prometeu. Prometeu e cumpriu. Finalmente, o documento que alterará as nossas vidas, o nosso Estado, a nossa República, entrou de um inchamento rompante nas telas televisivas. O sr. Passos não se ouve, as ululações centristas são variegadas e oportunas no comentário. Até o nosso presidente refletiu. Pela minha parte, humilde e interessado cidadão deste nosso canto europeu, desejo apenas saber se o documento que o sr. Portas zelosa e sabiamente concebeu é também da classe dos irrevogáveis.

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...