terça-feira, novembro 26, 2013

exortação à violência

Pois é, Mário Soares está muito bem acompanhado pelo Papa Francisco. O sr. Portas, o irrevogável, estará já neste momento a preparar uma declaração que será atempadamente entregue no patriarcado de Lisboa, porventura pelas mãos do extraordinário sr. Machete, agora convenientemente silencioso, expressando a sua mais profunda e católica indignação perante apelos tão pungentes à violência. Com efeito, o teor da exortação apostólica "Evangelii Gaudium", do Papa Francisco, é muito crítica aos atuais tempos que correm desregrados. Por exemplo, está lá escrito que a desigualdade e a exclusão social "geram violência" no mundo e podem provocar "uma explosão".
Como sabiamente diz o sr. Arnaut de Mário Soares, é preciso dar-lhe um desconto. Andamos nisto.

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...