sexta-feira, novembro 02, 2012

ajustamento pela despesa

Tendo em conta que os ajustamentos pela despesa dizem respeito, nas resplandecentes cabeças dos nossos capatazes, quase exclusivamente aos cortes sociais e salariais, proponho, mui respeitosamente, um reformulação dos seus ordenados para, vá lá... 1000 euros por mês, sem outras mordomias. O senhor Carlos Costa, respeitado presidente do Banco de Portugal, um acérrimo defensor dessa dieta estatal, poderia ser o primeiro. Seguir-se-iam outros. Assim, sim...

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...