sexta-feira, novembro 16, 2012

unanimismos

Assustam-me, por vezes, os unanimismos. Sobre a manifestação de ontem, já referi que condeno os energúmenos que conseguiram transformar aquilo num recetor de holiganismo futebolístico. Por outro lado, não entro em sintomatologias laudatórias relativamente à carga policial. Os energúmenos não ultrapassavam a vintena. Eram sempre os mesmos os que atiravam pedras. Encontravam-se na primeira fila, distanciados dos manifestantes "normalizados". Eram até estes que se autodistanciavam. Os outros encontravam-se, pois, facilmente detetáveis. Por conseguinte, não seria tarefa complicada proceder à sua detenção. Bastava, por parte da polícia, ter seguido outra estratégia de atuação. Mais cedo e sem grande aparato.

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...