quinta-feira, junho 13, 2013

ERT-RTP

A televisão pública grega (ERT) foi inauditamente encerrada a mando da Troika. Sem aviso prévio (e isso interessa?) , o rotativista governo grego de há décadas encerrou a televisão à noite. A única vez que isso aconteceu foi na Segunda Guerra Mundial, durante a ocupação da Alemanha nazi. Fiquei naturalmente perplexo. Uma televisão pública é património de qualquer país. Se há necessidade de uma restruturação, deve, pensadamente, fazer-se.
Interroguei-me: chegaremos a este estado, em Portugal? A minha resposta foi imediata e dissociável: só se não se lembrarem. Acrescentei: tomara o Governo ter de acatar um corte deste tipo. É quase uma lotaria: de um dia para o outro, veem-se livres de uma sensacional despesa pública! Tudo em nome do projeto da Troika que por isto se percebe que só percebe de aritmética. O próximo passo poderá ser o extermínio metódico dos velhos: não produzem e só dão despesa.
Ah!, mas o povo português jamais deixaria que tal acontecesse. Os velhos e a televisão.

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...