terça-feira, agosto 27, 2013

paulo portas, o irrevogável

Este tempo estival atrasa a vida. Só agora tive oportunidade de ver a fotografia oficiosa do nosso Paulo Portas no seu gabinete ovalizado. Sentado, compenetrado, contraído e diminuído, o vice-primeiro-ministro escuta uns papéis que se estendem sobre a sua secretária.
Paulo Portas é, profundamente, um verdadeiro cromo.

Sem comentários:

coisas

vamos pela estrada e sentimo-nos bem. lá fora, o vento sopra, a neve cai, voam duas aves perdidas. eu sei que tenho de chegar a algum lugar...

neste momento...